vistoria de vizinhança com drone

Vistoria de Vizinhança com Drone

O voo de drone auxilia no acesso a áreas remotas e restritas. Além de manter um excelente custo benefício do trabalho. Então, entenda como a Vistoria de Vizinhança com drone funciona e como pode lhe ajudar.

Inicialmente, a Vistoria de Vizinhança é predominantemente visual e dispensa testes e ensaios laboratoriais. Então, a Vistoria de Vizinhança com drone torna-se apropriada para qualquer obra da construção civil.

Caso tenha dúvidas, veja o que é o Laudo de Vistoria de Vizinhança.

Assim, demonstramos a seguir como o drone pode nos ajudar e dois exemplos práticos. Ressaltamos que os procedimentos estão em conformidade com a Norma de Vistoria de Vizinhança de 2013 do IBAPE-SP – Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia de São Paulo.

Tecnologia

Dos modelos disponíveis no mercado, apresentamos as características do que melhor nos atende hoje (2020). Assim, utilizamos o modelo Mavic AIR da DJI, dobrável e com 4 motores. Dado ao tamanho reduzido, é de fácil transporte e permite vistoria em todo Brasil.
E apesar de pequeno, as imagens produzidas são de alta resolução (4056×3040 pixels). Ainda, cada voo tem uma autonomia em torno de 20 minutos, dependendo do clima.

Caso do Galpão

Galpão geral
Implantação do galpão vizinho. Indicação do próximo detalhe.

Destarte, expomos um caso prático de uma vistoria de vizinhança. Assim sendo, era um vizinho confrontante do terreno da obra nova. E mais, era um galpão abandonado, sem uso ou manutenção. Já na obra, seriam feito escavações para subsolos do empreendimento.

Galpão detalhe na vistoria com drone
Detalhe da estrutura da cobertura do galpão. A linha vermelha de referência expõe uma deformação na linha da tesoura de madeira, dentre outras anomalias.

Além disso, dentre as várias anomalias, observamos que a estrutura da cobertura estava deformada. Principalmente pela exposição às intempéries, mas também pela idade e falta de manutenção. Por isso, havia o risco de colapso da estrutura durante a obra.
Então, no Laudo sugerimos o contato do proprietário vizinho antes do início da obra. Desta forma, mitigamos os riscos de acidentes e buscamos nos ressalvar sobre danos no patrimônio alheio.

Conhecer os recursos técnicos disponíveis, como o drone, ajuda a viabilizar uma solução e a otimizar a contratação. Além de um resultado eficaz para sua obra.

Caso do Edifício Residencial

Fachada apartamento 1 geral
Fachada sudoeste do edifício residencial. Indicação do próximo detalhe.

A seguir, aduzimos outro caso observado durante uma vistoria de fachada. Assim sendo, era uma torre de apartamentos com 22 pavimentos. Além disso, a fachada já estava em reparo, por isso foi mapeado as trincas, fissuras e sons cavos.

Fachada apartamento 1 detalhe na vistoria com drone
Detalhe da platibanda do edifício. Manchas escuras de microrganismos de umidade por infiltração agravada por falta de insolação.

Após uma manobra de aproximação, observamos os detalhes da platibanda do edifício, acima do 22º pavimento. Assim sendo, um ponto de difícil acesso e visualização. Por exemplo, seja da sacada da unidade privativa abaixo; ou através da cobertura acima; ou mesmo à distância e tangencial, do térreo.

Fachada apartamento 2 geral
Fachada nordeste do edifício residencial. Indicação do próximo detalhe.

Também analisamos a fachada oposta da torre. Verificamos que havia um detalhe em uma das janelas de banheiro.

Fachada apartamento 2 detalhe na vistoria com drone
Detalhe da janela do banheiro do apartamento. Destacamento de parte do reboco superior da janela.

E em outra aproximação, verificamos que no 21º andar houve o destacamento de parte do reboco da janela. Ainda, foi agravado pelo rompimento do vidro da janela de um andar inferior.
Assim sendo, a hipótese diagnóstica é a presença de gesso usado, equivocadamente, para acelerar a cura da base do reboco. Isto é, o gesso fragiliza a aderência do reboco, resultando nos sons cavos e destacamentos em todo o condomínio.
Portanto, é um indício de risco à segurança dos usuários. E apesar do condomínio estar em manutenção, era importante preservar a memória.

Por fim, a vistoria de vizinhança visa livrar da responsabilidade destes danos pré-existentes. E acima de tudo, evitar acidentes com ações preventivas.

Segurança

Um ponto importante quando lidamos com drone é a segurança. Por isso, o equipamento e o voo devem seguir à regulamentação nacional. Então, nossa aeronave é cadastrada e cada voo é registrado no órgão competente, com data, local e trajeto.
E mais, adotamos também boas práticas de segurança. Por exemplo, em condomínios emitimos uma circular interna alguns dias antes, alertando sobre os procedimentos e riscos.
E durante o voo respeitamos uma distância segura das pessoas e do patrimônio material. Além de acatar eventuais restrições climáticas, como ventos fortes e chuvas.
Portanto, todo o levantamento é feito de forma planejada e responsável.

Assim, se precisa de um Laudo de Vistoria de Vizinhança com Drone, solicite um orçamento!

Enfim, se ainda está apreensivo, veja 9 motivos para contratar o Laudo de Vistoria de Vizinhança. E se ainda ficou com alguma dúvida sobre a Vistoria de Vizinhança com Drone, comente ou entre em contato conosco.

Créditos: Fotos dos casos do autor. Foto em destaque por Christopher Rusev no Unsplash.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.